Na organização de eventos, uma das principais coisas a ser definida é o público. Antes mesmo de planejar a temática, as atrações, a duração e outros elementos, é essencial saber para quem você está produzindo tudo isso.

Dessa maneira, o público é visto na organização de eventos como o ponto de partida para pensar as próximas ações. Pode parecer óbvio, entretanto, muitas empresas ainda pecam na hora de organizar um evento, principalmente, pelo fato de não terem em mente (e no papel) o seu público-alvo.

Enfim, definir um perfil dos participantes é uma etapa indispensável para o sucesso de um evento, por isso, continue a leitura e veja como acertar em cheio o coração do seu público!

Criar estratégias de comunicação assertivas

Com a internet ficou muito mais fácil divulgar um evento aos quatro cantos, mas isso não garante que as pessoas certas sejam atingidas. Para que a comunicação seja acertada, ferramentas adequadas foram criadas e podem direcionar os convites para quem realmente vai se interessar pela proposta do evento.

Além disso, sabendo quem é o público-alvo, você pode optar por meios de comunicação mais eficazes. Lembrando que não adianta apenas criar um convite no Facebook se o possível participante do evento está mais ativo no LinkedIn, não é mesmo?

Estabelecer as necessidades e possibilidades

Quando você tem o público bem definido, fica muito mais fácil entender as expectativas dele em relação ao evento e alinhá-las ao seu propósito principal.

Se você quer atrair clientes para a sua empresa e percebe que eles estão ligados em programas de TV, como o Master Chef, por exemplo, que tal investir em uma experiência diferente com a presença de chefs na hora de apresentar o seu produto ou serviço?

Definir as atrações e/ou palestrantes

Escolher as atrações e palestras — ou seja, definir se vai ser uma palestra tradicional ou um evento diferente — também depende muito do seu público.

Algumas características são pontuais e outras podem até ser subjetivas, por isso, quanto mais específico o perfil do convidado, maiores as chances de você acertar na organização de eventos.

Estabelecer a duração do evento

É cada vez menor o tempo que conseguimos ficar concentrados em algo. Isso acaba refletindo na duração de eventos, reuniões e outros encontros de negócio. Por isso, para um público mais conectado, um evento rápido pode ser mais bem-aceito do que para o participante que gosta do tipo mais tradicional.

Contudo, nada impede de você surpreender esses dois perfis, além de outras pessoas que podem fazer parte de seu público. Um evento de experiência pode atrair a atenção de todos e, ao mesmo tempo, criar e aumentar as expectativas de quem não esperava por esse diferencial.

Antecipar possíveis erros e transtornos

Depois de abordar todos esses pontos, é importante ressaltarmos que quando se conhece o público antes mesmo do planejamento e da organização de eventos é possível antecipar erros e transtornos, pois, como vimos, temos maiores chances de atingirmos as expectativas das pessoas.

Os espaços que oferecem algum diferencial e experiências relevantes para seus atuais (e também futuros) clientes, podem ser o toque que faltava para você acertar na organização de eventos. Pense nisso!

E para saber um pouco mais sobre a importância do público viver momentos inesquecíveis, confira um cardápio de experiências que geram negócios!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *