O marketing de relacionamento envolve atividades que visam desenvolver e gerenciar relacionamentos confiáveis ​​e de longo prazo com os clientes. Com base na gestão da experiência do cliente, o marketing de relacionamento se concentra em melhorar as interações com seu público-alvo para promover uma maior fidelidade à marca.

Neste post vamos abordar a importância do marketing de relacionamento e apresentar 5 cases de sucesso. Confira!

O que é marketing de relacionamento

O marketing de relacionamento contrasta com a abordagem de marketing tradicional, que se concentra no aumento do número de vendas individuais. No modelo tradicional, o retorno do custo de aquisição do cliente pode ser insuficiente.

Enquanto muitas organizações combinam elementos de relacionamento e marketing tradicional, o marketing de relacionamento com o cliente está começando a desempenhar um papel mais importante para muitas empresas, como veremos a seguir.

Confira!

5 cases de marketing de relacionamento inspiradores

1. Cooking show

A culinária é uma arte que nunca deixa de encantar. Basta analisar a grade de programação da TV aberta e a cabo para verificar que é possível explorar o assunto de diversas maneiras.

O Cooking Show é um evento culinário ao vivo realizado para convidados. A ideia é proporcionar uma experiência gastronômica profissional em detalhes para diversos players estratégicos.

Para isso, o chef prepara pratos enquanto conta histórias e anedotas relacionadas ao tema. Enquanto isso, câmeras transmitem detalhes do processo em um telão.

Dessa forma, um jantar de negócios se transforma em uma experiência única, baseada na paixão pela gastronomia e na capacidade de direcionar os convidados para uma interação voltada ao branding, networking e aos negócios.

2. Direct Recruitment

A empresa de marketing de mala direta envia cartões de aniversário manuscritos para clientes e associados todos os anos. Esse toque pessoal e simples faz com que os clientes sintam que a Direct Recruitment se preocupa com eles como pessoas, e não como simples consumidores.

3. Dell

A Dell criou uma loja online especialmente desenvolvida para clientes corporativos com grande demanda. Ao adaptar o processo de pedidos às necessidades específicas do cliente, a empresa conseguiu eliminar muitas das dificuldades enfrentadas pelos compradores de tecnologia corporativa.

Proporcionar um serviço de alto nível leva a um índice de fidelidade mais expressivo.

4. Vyvanse

Os fabricantes do remédio para tratamento de Transtorno de Deficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH) criaram um extenso portal on-line que inclui vídeos, fóruns, artigos de especialistas e aplicativos para ajudar aqueles que sofrem com o transtorno.

Em vez de confiar apenas na força do produto, os fabricantes do medicamento criaram um sistema de suporte aos usuários vinculado à empresa. Dessa forma, oferecem uma oportunidade de tratamento amplo, que envolve apoio psicológico e a troca de experiências.

5. Bonobos

A marca de roupas masculina Bonobos deu um exemplo interessante de como o marketing de relacionamento pode estar presente em todas as situações.

O botão de cancelamento de assinatura da newsletter é, muitas vezes, o fim de um relacionamento entre o cliente e a marca: é o momento em que o cliente expressa que não quer mais receber notícias de uma organização.

Muitos motivos levam a esse momento. Talvez a marca esteja enviando atualizações demais ou simplesmente as notícias não interessam mais ao consumidor.

Em geral, as empresas perguntam o motivo do cancelamento da newsletter e oferecem opções para o cliente selecionar. A Bonobos oferece opções bem humoradas, que sugerem que cancelar a newsletter é o mesmo que terminar um namoro. Além disso, a empresa sugere com delicadeza que o cliente reavalie sua decisão:

Quanto de Bonobos você quer na sua vida? Selecione a frequência:

  • Que tal uma vez por semana? Vamos pegar leve, Bonobos.
  • Algumas vezes por mês está bom.
  • Uma vez por vez. Eu gosto de você Bonobos.
  • Não é você, sou eu. Preciso de uma pausa de 30 dias.
  • Cancelar o cadastro. Sniff. É o fim, Bonobos.

Com esses exemplos em mente, você pode analisar se a sua empresa realmente está investindo em marketing de relacionamento. Afinal, de nada adianta atrair novos clientes se a empresa não for capaz de mantê-los — e boas estratégias de relacionamento são fundamentais para isso.

Gostou do post? Então compartilhe-o nas redes sociais e divulgue essas informações!

Deixe seu comentário