Quando se fala em aumentar os resultados de uma empresa, o que mais surge na mente das pessoas é criar conteúdos de qualidade e otimizados para atrair e engajar os prováveis consumidores da marca. Entretanto, apenas bons conteúdos não são suficientes para alcançar bons resultados; para isso, o marketing e planejamento estratégico da empresa precisam estar alinhados.

Para a organização de eventos, então, esses dois setores precisam estar sempre em constante harmonia. Só assim a empresa conseguirá transmitir a mensagem certa para o público certo e, consequentemente, alcançar os resultados esperados. E quando eles estão desalinhados, atingir os objetivos da ação se torna praticamente impossível.

É essencial que você saiba identificar se esse problema está presente na sua empresa e na elaboração dos seus eventos. Continue lendo este artigo para aprender a reconhecer quando isso acontece e o que fazer para evitar.

1. Falta de compartilhamento de informação

Para que os processos fluam bem em todos os setores e a ação obtenha sucesso, é fundamental que toda a empresa tenha bastante conhecimento sobre o plano geral da ação. Todos devem trabalhar para atender o objetivo em comum e, quando essa troca de informações não ocorre, as chances de atingir o público são minimizadas.

Basta analisar a imagem da marca no mercado em relação às expectativas dos consumidores. Tudo o que for desenvolvido para que o público fique sabendo do seu evento e se interesse em participar é pensado para fidelizar os clientes e consolidá-los, dando à audiência o que ela deseja. Quando as esferas do negócio não estão alinhadas nesse sentido, esse objetivo não é alcançado.

2. Falta de previsão de público para o planejamento estratégico

Como dissemos inicialmente, manter o marketing e planejamento estratégico em harmonia é fundamental para aumentar os resultados do negócio. Boa parte do planejamento das ações de uma marca começa a partir da definição do tipo de público que consome os seus serviços.

Entretanto, de nada adianta saber qual é o perfil dos consumidores do seu negócio se esse conhecimento não chegou no setor de marketing da empresa — o que ressalta a importância da troca de informações entre setores.

Essa falha de comunicação resulta em campanhas bem elaboradas, mas que não atingem o público-alvo, prejudicando o planejamento tático do evento e o seu sucesso.

3. Baixa nas vendas

Uma das situações mais recorrentes quando há o desalinhamento entre esses dois setores é quando a ação é construída para ser única, diferente e com ideias inovadoras, mas a equipe de vendas da empresa não “compra” essa estratégia, resultando em uma queda das vendas.

Por exemplo: é possível observar essa lacuna durante o evento quando o time de vendas está todo reunido em um espaço isolado dos convidados, interagindo entre si e deixando os potenciais consumidores “perdidos” no meio da ação.

Isso também se reflete no número de participantes; esse envolvimento precisa acontecer antes do dia do evento, caso contrário, há uma enorme quebra na quantidade de pessoas esperadas em relação às que realmente compareceram.

Ou seja, as táticas foram bem planejadas, mas a execução foi falha, o que impactou negativamente nos resultados esperados para as vendas daquela ação.

Portanto, não se esqueça da importância de garantir que o marketing e planejamento estratégico estejam alinhados com os objetivos macro da organização do evento para alcançar um posicionamento sólido no segmento do mercado. No geral, se todos os setores da sua empresa estiverem a par dos detalhes da estratégia, muitos desses erros poderão ser evitados.

Agora que você já aprendeu a identificar quando essas duas esferas do negócio estão desalinhadas, curta a nossa página do Facebook para receber mais notícias sobre o tema!

Deixe seu comentário